18 DE OUTUBRO: DIA DO MÉDICO

 

Hipócrates é o pai da medicina alopática e também da medicina ancestral energética.

Ele deixa claro em seus aforismos quais princípios deveriam ser seguidos para obter-se os melhores resultados em um tratamento, seguindo as leis da natureza que são as mesmas e imutáveis que observamos em todas as terapias naturais.

Isso, comprovamos no tratamento homeopático correto, de acordo com as “leis de Hering”, cuja conduta era a de observação dos atendimentos de Hahnemann, que por sua vez, seguia os princípios hipocráticos.

Por outro lado, Hipócrates também atuou muito em atendimentos emergenciais durante as guerras da época, sendo necessárias medidas drásticas como cirurgias, amputações etc.. para preservar a vida.

Minha grande esperança é que a medicina eminentemente de guerra de Hipócrates, que vemos preponderar ainda hoje, se transforme na medicina preventiva e de tratamento integral com respeito às leis da natureza.

Sabemos que enquanto existirem pessoas muito desarmonizadas, existirá a medicina da amputação, do corte, do transplante, que salva vidas com métodos extremos.

Parabéns a todos os médicos alopáticos e homeopáticos que, mesmo no sistema de tratamento de guerra ainda necessário em nosso planeta, pelo nível de desarmonias mentais e emocionais que imperam em grande parte da população, ainda assim conseguem proceder “hipocraticamente”. Ou seja, importando-se com a situação mental e emocional dos seus pacientes.

 

Prof. Eliete MM Fagundes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.